quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Afogados: Prefeitura inicia calçamento de ruas no bairro São Francisco

Rua Manoel Bezerra
O bairro do São Francisco é um dos mais carentes quando o assunto é pavimentação/calçamento de ruas. A Prefeitura de Afogados da Ingazeira já pavimentou 16 Ruas em toda a cidade, sendo uma delas – a Rua José Pereira de Sá – no São Francisco.

2ª Travessa da Rua José de Sá Maranhão
Nesta quinta (16), o Prefeito José Patriota vistoriou o início das obras de calçamento da 2ª Travessa da Rua José de Sá Maranhão, que tem 218 metros de extensão, e da Rua Manoel Bezerra, com 90 metros de extensão. Toda a rede de água e esgoto já foi instalada. As máquinas da Secretaria de Infraestrutura concluem esta semana os serviços de terraplanagem, para que na segunda, tenha início o assentamento das pedras em paralelo.

“Estas serão mais duas ruas que iremos calçar com recursos do FEM. Já estamos concluindo os serviços de calçamento de duas ruas no São Cristóvão. Em breve, teremos mais boas notícias para a nossa população,” informou o Prefeito José Patriota.

A Secretaria de Infraestrutura também iniciou nesta quinta o serviço de pavimentação asfáltica, com a usina de asfalto, nas ruas do entorno da Igreja do São Francisco, no final da Rua Sete de Setembro, uma antiga reivindicação da comunidade. 

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Magno Martins emite nota de esclarecimento

Meus caros leitores,

Venho de um caminhar de 34 anos no Jornalismo. Uma jornada que começou em Afogados da Ingazeira, minha terra, como correspondente do Diário de Pernambuco, e depois se alicerçou em Brasília, grande universidade da carreira, onde trabalhei em vários jornais e agências de notícias, como o Correio Braziliense e Agência O Globo.

Pautei minha conduta profissional na imparcialidade, na busca da verdade e nos valores fundamentais da ética. O bom jornalismo custa um preço caro, contraria interesses e por isso mesmo muitas vezes implica em processos judiciais, movidos pelos que, naturalmente, se sentem contrariados.

Em Pernambuco, não militei apenas em jornais, rádios e no jornalismo online. Coordenei uma campanha majoritária bem sucedida em 1990, a eleição do então governador Joaquim Francisco e por ele fui escolhido secretário de Imprensa. Passei a ser, portanto, um homem público, que atendeu muitas demandas, inclusive de emprego público.

Ao longo dos últimos 34 anos, trabalhei em várias empresas jornalísticas de Brasília e Pernambuco. Cobri o processo de redemocratização do País, a campanha das eleições diretas, a Constituinte, além de ter sido plantonista do Congresso Nacional por mais de 10 anos.

Acompanhei todas as eleições presidenciais após o processo de abertura política, integrei a equipe que ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo do Correio Braziliense na cobertura do caso Mário Eugênio, repórter policial covardemente assassinado pela Polícia de Brasília. Fui o primeiro jornalista a abrir uma sucursal de um jornal nordestino em Brasília, o Diário de Pernambuco.

Abri, igualmente, a primeira agência regional de notícias em Brasília – a Agência Nordeste. Fui editor do Diário de Pernambuco e do Jornal de Brasília. Fui, igualmente, pioneiro no jornalismo online no Nordeste com a criação do meu blog, líder em acessos na Região, com mais de 60 mil acessos diários.

Em Brasília e em Pernambuco, muitos recorreram a processos judiciais para me intimidar, mas nunca capitulei, nunca deixei de enfrentá-los, de cabeça erguida, firme como uma rocha ou como uma baraúna sertaneja. A maioria, naturalmente, pelos crimes contra a honra, como calúnia, injúria e difamação.

Na semana passada, fui surpreendido com uma notícia estapafúrdia, certamente postada por má-fé, de gente que milita na política, envolvendo meu nome num processo em Jaboatão que nunca fui intimado sequer para depor, mesmo que como testemunha, muito menos indiciado.

Essas acusações, destoantes de quaisquer parâmetros de veracidade, trazem contra mim a falsa imputação do crime de ter sugerido a indicação de dois servidores, no ano de 2007, para trabalhar no gabinete de um ex-vereador de Jaboatão dos Guararapes, pelo valor de um salário mínimo na época, para cada um dos servidores.

No processo em alusão, os servidores foram chamados a depor e revelaram vínculos com o gabinete do então vereador de Jaboatão, confirmando as horas trabalhadas e as referidas funções. Não eram, portanto, fantasmas, nem tampouco integravam uma quadrilha. Eram pobres assalariados e que prestaram seus serviços por apenas um ano.

Esses cidadãos também, da mesma forma, não respondem a processo, nem tampouco foram indiciados em inquérito policial.

Nada além disso condiz com a verdade. Há uma tentativa torpe de denegrir a minha imagem, construída com muito suor e trabalho. Mas nunca fugi a nenhum desafio, de cabeça erguida, sem nada a temer, vou em frente combatendo o bom combate. Sou um jornalista decente, remanescente de uma família honrada em Afogados da Ingazeira, que nunca se envolveu em nada que pudesse atingir a nossa honra.

Vou continuar primando pelo bom jornalismo, pela verdade. No meu dicionário não existe medo quando clamo por justiça. Quero esclarecer que tomarei as providências cabíveis no caso, tanto na esfera criminal quanto na civil.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Homem é arremessado de veículo e morre na BR-232

Um homem de 38 anos morreu em um acidente na madrugada desta terça-feira (14) no quilômetro 201 da BR-232 em Sanharó, no Agreste de Pernambuco. De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima estava dirigindo uma caminhonete que colidiu com um veículo não identificado e capotou. No local do acidente, os policiais encontraram pedaços deste outro veículo.

Ainda segundo a PM, com o impacto o homem foi arremessado da caminhonete e morreu no local. O automóvel dele transportava uma carga de queijo. A polícia também informou que o corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML). (G1 Caruaru)

Coluna da Cíntia

PRINCÍPIOS DA SELETIVIDADE,  ESSENCIALIDADE  E POLUIDOR-PAGADOR NO DIREITO  AMBIENTAL TRIBUTÁRIO

O tributo é o viés para obtenção de receitas, objetivando atender as necessidades do Estado, sendo ele o responsável por retribuir o arrecadado à população, por meio de obras e serviços.  Velhos conhecidos do Direito Tributário, os princípios da Seletividade e da Essencialidade tem função essencial para o Direito Ambiental Tributário. 

Da Constituição Federal retiramos a ideia de tributos como ferramenta da tutela dos bens ambientais:
“Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações. (...)

§ 3º - As condutas e atividades consideradas lesivas ao meio ambiente sujeitarão os infratores, pessoas físicas ou jurídicas, a sanções penais e administrativas, independentemente da obrigação de reparar os danos causados. (...)”

As alíquotas do tributo Seletivo são diferenciadas em função do objeto que consta na hipótese de incidência. Ou seja, não importa o contribuinte, mas sim as características do bem ou serviço que será tributado.

Baseando-se no princípio da Essencialidade, as alíquotas são fixadas com função ecológica, fazendo com que o produto tenha tributação acentuada de acordo com a necessidade de consumo que ele exerce sobre a população, a saber: produtos que usam como matéria prima o fumo, tem alíquota maior do que aqueles produtos que utilizam a farinha de trigo. De forma inversa, os produtos que ajudam no controle da poluição (produção orgânica, biodegradáveis, entre outros), têm alíquota proporcional à proteção que é auferida.

A utilização do princípio da Seletividade em favor do  meio ambiente, faz o Estado estimular, com alíquota menor, a produção de produtos dentro de um padrão de sustentabilidade, desestimulando, pois, a produção de produtos nocivos ao meio ambiente com o aumento da alíquota.

Na década de 70, o assunto da sustentabilidade nas empresas já era bastante discutido. Realizada em Estolcomo, a Declaração da Conferência da ONU no Ambiente Humano, em junho de 1972, trouxe à baila a ideia do poluidor-pagador, vale ressaltar que, nessa época, o Brasil não tinha o menor interesse em assinar este tratado, devido estar no início de seu processo de industrialização.

O Brasil  veio a assinar declaração sobre o tema somente 20 anos depois, na conferência da ECO/92, realizada na cidade do Rio de Janeiro, que consagrou o desenvolvimento sustentável, tratando, no princípio 16, sobre o do poluidor-pagador:

“As autoridades nacionais devem procurar promover a internacionalização dos custos ambientais e o uso de instrumentos econômicos, tendo em vista a abordagem segundo a qual o poluidor deve, em princípio, arcar com o custo da poluição, com a devida atenção ao interesse público e sem provocar distorções no comércio e nos investimentos internacionais.”

É mister frisar que este princípio está amplamente albergado pelo §3º, da Carta Magna, que de acordo com o processo de fabricação (não reintrodução do produto ao meio ambiente) ou de o produto não ser biodegradável, aumenta sua tributação.

Esse princípio vislumbra eliminar as famigeradas “externalidades negativas”, que são a produção ou o consumo de determinados bens que afetam de forma negativa os produtores/consumidores não envolvidos na compra do referido bem.

Ressalta-se que esse princípio não gera direito ao poluidor de poluir, pois se assim o fosse, bastaria degradar e depois pagar as despesas -  sofreria o meio ambiente, pois uma vez degradado jamais voltaria a ser o mesmo. Na realidade, postula o princípio que os custos da produção de uma atividade que causará poluição será arcado pelo poluidor, inclusive as despesas de prevenção, reparação e repressão da poluição.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Vox Populi: Dilma tem 45%; Aécio 44%

Foto: Divulgação
O instituto Vox Populi divulgou sua primeira pesquisa do segundo turna para Presidente da República nesta segunda-feira (13). O levantamento mostra que a presidente Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) estão empatados tecnicamente. A petista aparece com 45% contra 44% do tucano. Os votos brancos e nulos são 5%. Os indecisos também somam 5%. A margem de erro é de 2,2 percentuais.

Nos votos válidos, que é feito com a exclusão de amostra dos votos brancos, nulos e indecisos, Dilma aparece com 51% e Aécio com 49%.

A pesquisa ouviu 2.000 eleitores em 147 cidades de todas as regiões do País entre o sábado (11) e domingo (12). O levantamento foi registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número BR-01079/2014. (Folha PE)

Em decisão inédita, Justiça Federal dá licença de 180 dias a pai solteiro

Do G1 PE

Em decisão inédita, a Justiça Federal em Pernambuco (JFPE) concedeu a um funcionário público licença de 180 dias em razão da obtenção da guarda de uma criança de 4 anos. Segundo a JFPE, essa é a primeira vez que um homem solteiro recebe o benefício de 180 dias no país. Antes, somente mães solteiras e casais homoafetivos, adotantes de crianças com menos de um ano, haviam conseguido o mesmo período de licença.

A decisão, de caráter liminar, foi concedida pelo juiz federal Bernardo Monteiro Ferraz em 30 de setembro, no entanto o caso só foi divulgado nesta segunda (13). Antes de acionar a Justiça, o servidor havia solicitado a concessão da licença à Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), mas teve o pedido negado. A Sudene ainda pode recorrer ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5).

De acordo com a advogada do servidor, Leilane Araújo Mara, a solicitação à Justiça foi feita porque não há previsão legal em casos como esse. “Pedimos que fosse concedida a licença prevista no regime celetista, de 120 dias com prorrogação de 60. Além disso, ele adotou uma criança de 4 anos. A adoção tardia é mais complicada do que a de um recém-nascido. A criança foi abandonada, a mãe tinha  problemas com alcoolismo e drogas”, explicou.

A criança está com o funcionário público desde 17 de julho, quando foi finalizado o processo de adoção. Antes, ela morava em um abrigo estadual de um município do Agreste. “O pai queixava-se de não ter tempo para acompanhar a filha. Ele entra no trabalho às 8h, tem o horário do almoço, e sai no fim da tarde. Só conseguia ver a criança à noite, quando a pegava no colégio. Mas ela já voltava para casa dormindo no carro”, acrescentou a advogada.

Na liminar, o juiz ressalta que, como adotante solteiro, o servidor é o único responsável pela tutela e bem-estar da filha. “Em casos tais, há de se garantir o tempo livre necessário à adaptação do menor adotado à sua nova rotina, em tempo idêntico ao que seria concedido à adotante do sexo feminino. O acompanhamento e aprofundamento do vínculo afetivo nos momentos iniciais da colocação no novo núcleo familiar minimizam questões inerentes ao processo de adaptação à nova realidade”, destacou o juiz Bernardo Monteiro Ferraz.

domingo, 12 de outubro de 2014

ISTOÉ/SENSUS: Aécio abre 17 pontos

Pesquisa divulgada neste domingo pela revista Istoé aponta o tucano Aécio Neves com 58,8% dos votos válidos, contra 41,2% da presidente Dilma Rousseff; pesquisa foi concluída neste domingo e é a primeira a captar os efeitos das delações premiadas de Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef, que foram classificadas como "golpe" pela presidente Dilma e pela coordenação de campanha do PT; de acordo com o cientista político Ricardo Guedes, que controla o instituto Sensus, Aécio "já está eleito". (Portal BR 247)

sábado, 11 de outubro de 2014

Mega-Sena pode pagar R$ 12,5 milhões neste sábado

O sorteio do concurso 1.643 da Mega-Sena, que será realizado neste sábado (11), pode pagar R$ 12,5 milhões para a aposta que acertar as seis dezenas. O sorteio será realizado em Conselheiro Pena (MG), a partir das 20h (horário de Brasília).

De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), com o valor do prêmio, o ganhador poderá comprar 20 imóveis de R$ 600 mil cada, ou ainda uma frota de 83 carros de luxo. Se quiser investir, aplicando o prêmio de R$ 12,5 milhões na poupança, poderá se aposentar com uma renda de de R$ 76,5 mil por mês.

Para apostar

A Caixa Econômica Federal faz os sorteios da Mega-Sena duas vezes por semana, às quartas-feiras e aos sábados. As apostas podem ser feitas até as 19h do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 2,50. (G1)

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

64% dos eleitores de Marina pretendem votar em Aécio; 18%, em Dilma, diz Ibope


Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (9) mostra que 64% dos que declaram ter votado na candidata Marina Silva (PSB) no primeiro turno pretendem votar em Aécio Neves (PSDB) no segundo; 18% dos eleitores dela têm a intenção de votar em Dilma Rousseff (PT).

Ainda de acordo com o instituto, 10% dos que dizem ter votado em Marina devem anular ou votar em branco; 8% não opinam.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 205 municípios nos dias 7 e 8 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01071/014. (G1)

Parecer do Ministério Público aponta superfaturamento de refinaria em Pernambuco


Parecer técnico do Ministério Público Federal (MPF) aponta superfaturamento de R$ 613,3 milhões nas obras da Unidade de Coqueamento Retardado (UCR) da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, alvo da Operação Lava Jato. A obra foi executada pelo Consórcio CNCC, controlado pela Camargo Corrêa, no valor de R$ 3,4 bilhões. Segundo o documento, o superfaturamento alcançou 16% do valor final do contrato.



"Diante da possibilidade de um superfaturamento dessa monta, não se pode cogitar que toda a rentabilidade do CNCC se restringe ao lucro de 9,96% explicitados na proposta comercial", observa o parecer em referência à estimativa de lucro apresentada pela CNCC durante a licitação. Coqueamento retardado é um processo térmico utilizado em refinarias de petróleo. O processo é importante especialmente para óleos pesados. As obras da Abreu e Lima são alvo central da Lava Jato, que desvendou grande esquema de lavagem de dinheiro e corrupção na Petrobras.

"A relação entre a receita e os custos (rentabilidade) pode alcançar um patamar de quase 26%, dos quais 16% de forma irregular", assinala o engenheiro Rafael Martins, assistente técnico do Ministério Público Federal. Martins emitiu parecer técnico sobre laudo de perícia criminal da Polícia Federal. O documento faz parte dos autos da Operação Lava Jato.

"Valendo-se de metodologias consolidadas da engenharia de custos e de atuações técnicas do Tribunal de Contas da União (TCU), vislumbrou-se um superfaturamento de até R$ 613,25 milhões, 16% do valor final do contrato", cravou o engenheiro do MPF.  O assistente técnico anota que "o valor estimado de superfaturamento nessa obra específica era inferior e já fazia menção ao pagamento não justificado de R$ 38 milhões para a Sanko-Sider e Sanko Serviços". A reportagem entrou em contato com o consórcio CNCC na noite desta quinta-feira, 9 mas foi informada que, devido ao horário, a empresa só conseguiria responder à solicitação nesta sexta-feira.

O Grupo Sanko Sider assinala que "é uma empresa conceituada, regularmente constituída há 18 anos" e que "todas as suas vendas se dão por meio de contratos legítimos". "Nossas normas de conduta sempre determinaram comportamento de respeito estrito às leis", diz a empresa em nota.O grupo protesta com veemência porque alega que tem sido "fortemente prejudicado, equivocadamente acusado, vítima de ilações, acusações e afirmações levianas". (AE)

Secretário de Agricultura de Afogados entrega o cargo


O secretário de Agricultura do município de Afogados da Ingazeira, Luciano Gomes, entregou o cargo ao prefeito José Patriota. Em seu lugar, está respondendo interinamente Ademar Oliveira, que é o secretário executivo da pasta. 

Na próxima semana, o ex-secretário estará se pronunciando a imprensa e informando o motivo pelo qual deixou a secretaria. O que se comenta na cidade é que o secretário não teria autonomia à frente da referida secretaria. (Afogados Online)

Aline Mariano diz que sai fortalecida após votação, mesmo sem conseguir mandato

Aliados de Aline no Debate das Dez
A candidata a Deputada Estadual Aline Mariano falou ao Debate das Dez nesta sexta (10). Aline fez avaliação positiva da votação obtida de 23.731 votos no Estado. Ela afirmou que houve muitas dificuldades enfrentadas, destacando as mortes de Sérgio Guerra e Eduardo Campos, que teriam apoio diferenciado a seu projeto. “Tivemos apenas um vereador no Estado inteiro, que foi Augusto. Não tivemos prefeito apoiando nossa candidaturas”.

Ela destacou o fato de só ter aberto comitês em Recife e Afogados. Aline foi a 12ª mais votada com quase 13 mil votos. Ainda teve quase 3.200 votos em Jaboatão e 800 votos em Olinda. “Meu pai também teve alguns problemas de saúde e não pôde fazer campanha como se esperava. Muita gente já tinha compromisso”.

Aline disse ainda ser lamentável o Pajeú perder oportunidade de ter um (a) representante na Alepe. “Espero que outros candidatos possam corresponder à essa região”. Ela adiantou que vai manter o Comitê a serviço da campanha de Aécio no Pajeú. Também comemorou as eleições de Felipe Carreras e Tadeu Alencar, que “dobraram” com ela.

Nos estúdios, Antonio Mariano, Augusto Martins, Heleno Mariano e César Tenório, do núcleo que apoiou Aline em Afogados, fizeram avaliação similar. Antonio revelou que pesquisas internas indicavam que Aline seria a segunda colocada. “Mas o grupo dos vereadores que apoiaram Júlio Cavalcanti tinha grande estrutura e trabalharam na reta final da campanha”, afirmou.

Aline ainda afirmou não ter o que criticar sobre a condução do prefeito José Patriota no processo. “As pessoas que votaram em mim não foram tolhidas”, afirmou. (Site de Nill Júnior)

Brasil tem primeiro caso suspeito de ebola

Autoridades sanitárias brasileiras investigam o primeiro caso suspeito de ebola no País. O caso foi comunicado na noite da quinta-feira (9) pela Secretaria Estadual de Saúde do Paraná ao Ministério da Saúde. Informações preliminares indicam que o paciente veio de Conacre, capital da Guiné. O paciente foi encaminhado para um hospital de referência e material foi coletado para fazer o exames. A expectativa é a de que, nesta sexta (10), as amostras sejam enviadas para o Instituto Evandro Chagas, onde será feita a análise para confirmar se o paciente é ou não portador da doença.

A notícia ocorre no mesmo dia em que o Secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, afirmar que, embora baixo, existia o risco de o Brasil registrar um caso da doença. Pela manhã, ele disse que o sistema de vigilância montado era adequado e que instituições de saúde estavam em treinamento constante para identificar casos suspeitos e para adotar as medidas de segurança necessárias, caso isso ocorresse.

O mundo vive hoje a pior epidemia de ebola da história. Foram registrados 8.011 casos na Guiné, Libéria e Serra Leoa, com 3.857 mortes, de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde. Nigéria, Senegal e Estados Unidos e Espanha apresentaram transmissões localizadas. Juntos, foram contabilizados nestes países 21 pacientes com a doença e oito mortes.

Transmitida por um vírus, a doença é fatal em cerca 65% dos casos. A infecção ocorre através do contato com sangue, fluidos corporais da pessoa infectada ou do animal doente, como macacos, capivaras e porcos-espinhos. Ao contrário de outras doenças, no entanto, a transmissão ocorre quando o paciente já apresenta os sintomas da infecção. Os principais são febre, fraqueza, dores abdominais, vômito e hemorragias. A incubação - período entre o contágio e a manifestação dos primeiros sintomas - pode variar entre 2 a 21 dias. Não há remédio específico para o ebola.

Em agosto, o Centro de Operações de Emergência em Saúde do Governo Federal acionou o nível dois de emergência, o penúltimo na escala de gravidade, que permite o deslocamento de equipes federais para regiões com suspeita da doença no País sem a necessidade de autorização dos governos locais.

Desde que a Organização Mundial de Saúde decretou emergência, o Brasil adotou um conjunto de medidas para prevenir a transmissão e permitir a rápida identificação de um caso suspeito da doença, com isolamento e tratamento.

O grupo Executivo Interministerial para Emergências em Saúde Pública foi convocado, videoconferências semanais com todos os Estados são realizadas, simulações foram feitas em hospitais de referência e em aeroportos. De acordo com o plano traçado, casos suspeitos devem ser encaminhados para hospitais de referência. Esses hospitais, no entanto, fazem apenas a primeira triagem. Casos confirmados, de acordo com a estratégia, devem ser enviados para dois hospitais: Instituto Nacional de Infectologia no Rio e Hospital Emílio Ribas, onde os pacientes ficam internados. O teste de diagnóstico para comprovação da infecção é feito no Instituto Evandro Chagas. (Fonte: Estadão)

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Em Afogados, prefeitura pavimenta rua no residencial Miguel Arraes

A usina de asfalto adquirida pela Prefeitura de Afogados da Ingazeira está, segundo o popular, “botando pra moer”. Depois de pavimentar as Ruas Roberto Nogueira Lima e Terezinha dos Santos Marques, ambas no centro, a usina seguiu para o Conjunto Residencial Miguel Arraes.

A rua projetada 6, que divide as quadras E e F do Conj. Residencial Miguel Arraes, tem 225 metros de extensão e seis de largura. Ela foi escolhida pela população em reunião recente com o Prefeito José Patriota. Foram utilizados dois caminhões-caçamba, um rolo compactador e a máquina de compactação de asfalto.

A população comemorou. O mototaxista Adalberto Barbosa elogiou a iniciativa. “Agora vou poder sair e chegar com mais conforto e comodidade. Aqui era muita lama quando chovia, tive que trocar os paralamas da moto diversas vezes,” afirmou.

A obra foi concluída hoje no final da tarde e a rua já está aberta ao tráfego. Diferente do calçamento em paralelo, a pavimentação asfáltica não requer o tempo de cura de 30 dias. Além da pavimentação de ruas, a usina de asfalto também está produzindo matéria prima para a implantação de quebra-molas na cidade.

“É uma alegria poder atender a uma reivindicação antiga da população do Miguel Arraes. Espero, em breve, de acordo com o nosso cronograma, poder voltar à comunidade para asfaltar mais ruas,” destacou o Prefeito José Patriota. No Miguel Arraes, a Prefeitura já havia entregue uma creche para atender mais de 200 crianças e pavimentado a rua projetada 17.

Bom piloto – um fato curioso durante a visita do Prefeito à obra foi que ele assumiu o comando do rolo compactador, dando uma “mãozinha” aos operadores da máquina. 

Aécio tem 46% e Dilma, 44%, diz 1ª pesquisa Datafolha do 2º turno

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (9) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto no segundo turno da corrida para a Presidência da República:

- Aécio Neves (PSDB): 46%
- Dilma Rousseff (PT): 44%
- Branco/nulo: 4%
- Não sabe/não respondeu: 6%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo". É o primeiro levantamento divulgado pelo instituto no segundo turno da eleição presidencial.


Votos válidos

Se forem excluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, mesmo procedimento utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição, os índices são:

Aécio - 51%
Dilma - 49%

O Datafolha ouviu 2.879 eleitores nos dias 8 e 9 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01068/2014. (G1)